Contemplado com o Prêmio Cultural “MESTRE ZUMBA” - Edital 008/2020 - Lei n.º8.666/1993, atendendo ao disposto no artigo 2º, inciso 3, da Lei nº 14.017 de 29 de junho de 2020, de Emergência Cultural Aldir Blanc.

 

Foi um dos curadores do Festival Alagoanes – 2021.

https://alagoar.com.br/durante-debate-curadores-do-festival-alagoanes-falam-sobre-processo-de-desenho-do-evento/

 Link do vídeo de entrevista com curadores

https://www.youtube.com/watch?v=_4Ja0Z0xJJc

 

Ganhador do Prêmio, melhor “performance e dança” no Festival Experimental de Cinema em Toronto/2016, ao interpretar no Ícaro, no curta metragem Ícaro de Carla Shah.

 

Ganhador do prêmio "Arlequim", melhor ator coadjuvante no Festival de Teatro da cidade do Rio de Janeiro/2014 com a peça; Coiteiros de Paixões.

Ator, Performer, Intérprete Criador, Facilitador de Trabalhos Corporais, Produtor, Realizador audiovisual e Psicólogo.

 

Ganhador do prêmio de melhor performance e dança no Festival Experimental de Cinema em Toronto - 2016, como protagonista do curta-metragem Ícaro, de Carla Shah. É um dos protagonistas do longa Cavalo (2020), e tem em seu currículo mais quatro filmes. É protagonista do clipe Guria.
Assina sua primeira direção audiovisual, o curta Namorador (2020), contemplado com o prêmio FUNARTE 2020 #ARTERESPIRO. Ganhador do prêmio Arlequim de melhor ator coadjuvante, no Festival de Teatro da cidade do Rio de Janeiro - 2014, com a peça Coiteiros de Paixões, de Luiz Felipe Botelho.
Em 22 anos de carreira na ponte Maceió/Rio de Janeiro, atuou em mais de 40 peças de teatro (adulto, infantil, musical, leitura dramatizada), espetáculos de dança contemporânea premiados, além de óperas no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Fez performances autorais e coletivas, com destaque para o trabalho com o artista e coreógrafo britânico-alemão Tino Sehgal no CCBB do Rio de Janeiro. Participou ainda de webséries, publicidade, videoarte.
Escreveu um capitulo do livro Gênero expandido: performances e contrassexualidades, organizado por Dodi Leal e Marcelo Denny. Editora: Annablume, 2018. Estudou Interpretação na ETA/UFAL em 1998 e no Instituto Tá na Rua (RJ) de 2007 a 2009, sob a direção de Amir Haddad. Graduado em Psicologia (PUC-Rio), 2015.1, com pesquisa em Artes, Design e Tecnologia.
​Painelista do MCZPLAY - painel AFETO E CUIDADO, realizado pelo SEBRAE AL - 2020. Idealizador, coordenador e superior do projeto Ateliê Vivência dos Sentidos - realizado no Rio de Janeiro (diversos espaços) e em Maceió, em escolas municipais, em parceria com a Semedd-AL, de 2016 a 2018.

 

Artista cocriador do projeto Confluências, Sesc Maceió. Primeira edição 2018-2019.
Artista cocriador do FESTAL (Festival de Artes Cênicas de Alagoas) – 4ª edição. Maceió 2018/2019. Cocriador da RAZ (Residência Artística Zero) – Trancoso/BA, 2016.
Ganhador do prêmio Arlequim de melhor ator coadjuvante, no Festival de Teatro da cidade do Rio de Janeiro, em 2014.
Assistente de Produção no espetáculo Hotel Medea. Local: Oi Futuro, produção Zecora Ura e Para Active - Londres e Brasil. Rio de Janeiro, 2010.
Apresentador/Moderador - (SNCT) Stand da Petrobrás. Rio de Janeiro, 2009.
Coordenador - Ciclo de leituras Nelson Rodrigues na sede do grupo Tá na Rua. Rio de Janeiro, 2007.